TRANSLATE

VISUALIZAÇÕES DA PÁGINA

domingo, 25 de janeiro de 2015

APRENDER SOZINHO E COLETIVAMENTE: VAMOS ACALORAR FOGUEIRA?

Algo tem de estar bem claro: o segredo não está no final do evento, no pico da montanha ou no "troféu" que lá se encontra; ele está sim é no trajeto, no caminhar, mover-se. Nisso questiona-se: deixar para amanhã?; só quando tiver lá no pico?; sofrer antecipadamente?; etc.?

Seja sozinho ou coletivamente ambas formas de aprendizado possuem suas vantagens; tendo sua importância a ação coletiva, e sempre tendo em consciência prática o trabalho pessoal sobre si mesmo como algo único, imprescindível e inalienável (intransferível). Não há como menosprezar uma em função da outra ou vice-versa.

E em ambas formas de aprendizado a temperatura/calor das ações é outra característica imprescindível; só se elevando via ação; ou ação pela não ação, quando de forma consciente.

Tem de ter constância, do início ao fim. Muitos não percebem que já passou da hora de sair de dentro da escola, ou do quartel, ou da casinha; ficando a treinar e fazer grandes simulados; e assim chegando julgar-se experientes e/ou até superiores que os demais tanto do mesmo grupo quanto os de outras culturas e crenças: como sendo grupos ou religiões que se veem com únicos e escolhidos.

Temos que ir de encontro com a verdadeira entidade de todos os fenômenos, citada pelo Buda Sakyamuni; somente compreendida e partilhada entre os Budas; a qual consiste de aparência, natureza, entidade, poder, influência, causa interna, relação, efeito latente, efeito manifesto e consistência do início ao fim.

E quando começar adquirir tal experimentação, e/ou perceber a elevação de temperatura/calor produzida pelo sol, em meio ao trajeto, que assim continue animado(a), em ardor, vivacidade.
Há grupos que erguem-se, há grupos que caem, há os que se sustentam, os que iludem-se, fanatizam-se, isolam-se, vangloriam-se e etc.

Contudo, principalmente aos que buscam Luz, ou a Luz, e Luz promove calor, então, no contexto dessas palavras, duas perspectivas: 1. buscar elevar-se de vara/graveto aquecido ou em brasa a tronco em chamas, assim saltando de fogueira, se necessário; 2. buscar dar uma oitava coletiva, elevando-se de varas/gravetos aquecidos ou em brasa a troncos em chamas, assim tornando-se noutra fogueira maior.

Claramente que há outras perspectivas e etc.

Vamos à ação?